Arquivos de Tag: festa masculina

Festa tema Viagem: sou cidadão do mundo

Oi!

Este ano comemoramos 75 aninhos bem vividos do meu sogrinho. Festa caseira com o tema “Viagem: sou cidadão do mundo” pra cerca de 40 pessoas, bem organizada pela sogrinha e com muitas atrações artísticas familiares (na minha família só tem artista de plantão hehehe).

Escolhi o tema pensando no modelo do bolo, acredita? Haviam 3 possibilidades: boteco, cinema e viagem (coisas que têm tudo a ver com ele). Aí procurei inspirações no Pinterest e decidimos pelo tema Viagem porque ficaria mais fácil (e barato!) de arrumar a mesa principal com as lembrancinhas de viagem que ele possui. Não queríamos gastar com decoração, então combinei com a sogrinha de que itens precisaria (globo, malas retrô, aviões, porta-retratos e mapa mundi) e fomos buscar junto à família. Felizmente ter uma irmã fotógrafa tem mais de uma utilidade e os objetos retrô peguei diretamente no estúdio dela. O cordão luminoso, pratos de bolo, vasos de flores e um dos aparadores são meus. E assim conseguimos todos os itens decorativos.

O mapa mundi era pra colocar de fundo e alfinetar todos os lugares por onde meu sogro viajou (haja alfinetes), cobrir o tampo do aparador que usei como mesa e também fazer bandeirolas. Optamos por arrumar a mesa ao ar livre pra inaugurar o caramanchão feito pelo sogrinho e dar ainda mais pessoalidade à festa.

festa viagem

Para padronagem, pensei em itens simples: tic-tacs (que meu sogro amaaaaaaa) em forma de passaporte, plaquinhas indicativas de lugares por onde já passou e placa “Hey, sou cidadão do mundo”. Afinal, festa de adulto não pede muita personalização. Fica mais chique assim.

Imprimi tudo em casa com papel fotográfico. Os passaportes tirei de foto na internet e copiei/colei no Word. Medi a caixinha de balinhas e fomatei a imagem do passaporte no tamanho ideal. Aí repliquei a imagem de forma a caber o máximo numa folha A4. Pronto! Sem segredo! Qualquer um faz!

festa viagem

festa viagem

O bolo mega-lindo-extra-power-de-perfeito e os cupcakes foram feitos pela minha amiga Vivi Costa, a mesma que também tinha feito o bolo pro meu Chá da Primavera. Lembra? Veja AQUI.  Pedi somente que fosse em formato de mala e que, se possível, tivesse emblemas de alguns países. Aí ela me apareceu com esse escândalo de bolo e cupcakes personalizados. Amei! O bolo foi, de fato, o centro da decoração.

bolo festa viagem

Os doces foram feitos por mim e minha filha. Confeiteira da família tem que servir pra alguma coisa, né? Pensei em fazer somente docinhos finos, sem chocolates mega personalizados porque, afinal, 75 anos requerem respeito. kkk As tortinhas de limão (receita AQUI) ficaram um charme em meio às flores. Fiz também brigadeiro de pistache, zabaione e romeu e julieta, além dos meus queridos macarons. Ah, note nas bandeirinhas dos docinhos. Aproveitei aquelas bandeiras indicativas dos países que ficam em baixo no mapa mundi e colei uma na outra com fita dupla face. Ficou muito legal, não foi?

festa tema viagem

doces festa tema viagem

doces festa tema viagem

No fim das contas, pra decoração só houve investimento em flores (cerca de R$ 30,00), mapa mundi (2 mapas de R$ 6,00 cada), papel fotográfico (R$ 11,00) e tinta da impressora (claro!). Baixíssimo custo e altíssimo benefício.

Assim ficou a decoração! Simples e elegante como meu sogrinho querido, com a cara dele em todos detalhes e cheio de significado. Foi uma delícia!

Por hoje é só e até a próxima!

festa tema viagem

Fotos: Narah Alves

Por:
Passei muito tempo da minha vida querendo entender quem eu era, pois fazia muitas coisas diferentes e aparentemente desconexas. Hoje, sou bancária, bailarina, atriz (nas horas vagas), gosto de pintar, cozinhar, fazer scrap e artes manuais em geral, sou mãe, esposa e cristã. Coisas que se entendem entre si, pois esta sou eu. Espero que esse cantinho virtual seja um espaço agradável, como o aroma refrescante do orvalho da manhã ou o cheirinho peculiar do café novinho no fim de tarde. Seja bem vindo(a)! Entre e sinta-se em casa.

Ideias para fazer um churrasco inesquecível {somente para homens}

Hola, muchachos!
Peço desculpas pelo meu espanhol beeem arranhado, mas hoje irei me expressar em duas línguas e vocês vão entender porquê.

Acho curiosa a diferença entre homens e mulheres, sobretudo quando eles estão juntos. Outro dia li sobre a complicada relação entre os dois e o churrasco. O texto, que já virou de domínio público, é bem interessante. Vejam só:

“Para uma Mulher: O churrasco é a única coisa que um homem sabe cozinhar. Quando um homem se propõe a realizar um, a cadeia de acontecimentos é a seguinte:

01 – A mulher vai ao supermercado comprar o que é necessário.

02 – A mulher prepara a salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa.

03 – A mulher tempera a carne e a coloca numa bandeja com os talheres necessários, enquanto o homem está deitado próximo a churrasqueira, bebendo uma cerveja.

04 – O homem coloca a carne no fogo.

05 – A mulher vai para dentro de casa para preparar a mesa e verificar cozimento dos legumes.

06 – A mulher diz ao marido que a carne está queimando.

07 – O homem tira a carne do fogo.

08 – A mulher arranja os pratos e os põe na mesa.

09 – Após a refeição, a mulher traz a sobremesa e lava a louça.

10 – O homem pergunta à mulher se ela apreciou não ter que cozinhar e, diante do ar aborrecido da mulher, conclui que elas nunca estão satisfeitas.

DIREITO DE RESPOSTA (Escrito por um homem):

01 – Nenhum churrasqueiro, em sã consciência, iria pedir à mulher para fazer as compras para um churrasco, pois ela iria trazer cerveja Kaiser, um monte de bifes, asas de frango e uma peça de picanha de 4,8Kg que o açougueiro disse ser “Ótima”, pois não conseguiu empurrar para nenhum homem.

02 – Salada, arroz, vinagrete e a sobremesa, ela prepara só para as mulheres comerem. Homem só come carne e toma cerveja. Se tiver farofa, o homem já compra pronta.

03 – Bandeja com talheres? Só se for para elas. Homem que é homem come com as mãos.

04 – Colocar a carne no fogo??? Ta louca ??? A carne tem que ir para a grelha ou para um espeto que, a propósito, tem que ser virado a toda hora.

05 – Legumes??? Como eu já disse só as mulheres comem isso num churrasco.

06 – Carne queimando??? O homem só deixa a carne queimar quando a mulherada reclama: “Não gosto de carne sangrando”; “Isto está muito cru” ou “tá viva??”…

07 – Após a décima vez que você oferece o mesmo pedaço que estava ao ponto uma hora antes, elas acabam comendo a carne tão macia quanto o espeto e tão suculenta quanto um pedaço de carvão.

08 – Pratos ? Só se for para elas mesmas!

09 – Sobremesa? Só se for mais uma Skol.

10 – Lavar louça? Só usamos os dedos! (e limpamos os mesmo na bermuda).”

Sério que os homens pensam tudo isso? Duvidei. Aí um dia, quando eu e outras amigas da igreja resolvemos fazer um chá da troca (já falei sobre este diversas vezes por aqui), os respectivos esposos ficaram meio carentes e resolveram fazer um churrasco…na minha casa. No mesmo instante fiquei lembrando do texto acima e concluí que seria desnecessária qualquer iniciativa da minha parte em tentar fazer o evento deles mais colorido, divertido e organizado. Quase virou um mantra a quantidade de vezes que repeti pra mim “você não vai fazer nada! Você não vai fazer nada!”. Mas aí veio o grande problema: eu sou mulher, gosto de decorar e a casa era minha. Kkkk
Faltando duas horas pra eu sair pro encontro feminino, pensei rapidamente como enfeitar o evento e me divertir com a situação, mesmo que à distância. Lembrei do maior símbolo da masculinidade – o bigode – e aproveitei os bigodes que havia comprado pra uma possível decoração com “mustaches”. Daí a pensar no resto foi fácil. Os 10 mandamentos do churrasqueiro foram baseados no que lembrava do texto acima e incluídos alguns com pitada de humor.
Preparei uns petiscos e fiz questão de deixar claro que o churrasco certamente iria demorar. Lógico!
Untitled design-7
 churrasco
Foi divertido preparar isso, principalmente tendo certeza de que eles iriam aproveitar. Depois fiquei sabendo que, de fato, o churrasco demorou e que foram os petiscos que sanaram a fome deles. E eu não disse? O que prova que o texto mencionado é furado e que homem e mulher se complementam. Feijão com arroz, farofa com carne…tanto faz! O importante é curtir as diferenças, mesmo que sobre arroz ou a carne queime. Kkkkk
Beijos
Por:
Passei muito tempo da minha vida querendo entender quem eu era, pois fazia muitas coisas diferentes e aparentemente desconexas. Hoje, sou bancária, bailarina, atriz (nas horas vagas), gosto de pintar, cozinhar, fazer scrap e artes manuais em geral, sou mãe, esposa e cristã. Coisas que se entendem entre si, pois esta sou eu. Espero que esse cantinho virtual seja um espaço agradável, como o aroma refrescante do orvalho da manhã ou o cheirinho peculiar do café novinho no fim de tarde. Seja bem vindo(a)! Entre e sinta-se em casa.

Ideias para você fazer uma festa de 40 anos memorável

Olá!
Hoje eu quero compartilhar ideias para uma festa de aniversário – nesse caso, o de 40 anos do meu marido. Essa festa foi em setembro do ano passado e uns três meses antes comecei a pesquisar no nosso amigo Google algumas opções para complementar o que já estava pensando. Mas, não achei nada de interessante! Somente fotos dos aniversariantes com a família, fotos do bolo ou coisas do tipo. Então, tive que quebrar a cachola sozinha, mesmo! Portanto, se eu puder ajudar pelo menos uma pessoa, já estarei feliz!
Tenho pra mim que os aniversários devem ser algo mais do que uma reunião de familiares e amigos (o que já é muito bom), mais do que ganhar um monte de presentes (o que também é ótimo, né?). Deve ser algo memorável, momento em que homenageamos o aniversariante, oramos por ele e mostramos que ele é muito especial. Também deve ter a cara do homenageado em todos os detalhes. Não quero dizer com isso que deve ser um mega evento, mas que com pouco dinheiro, muita criatividade e amor, a gente pode fazer algo inesquecível. No caso de Paulo, deveria ser algo intimista, cercado de requinte artístico, em formato de sarau (pois ele é músico e tem muitos amigos que poderiam tocar e/ou cantar) e que contemplasse também a paixão dele pelos estudos e leitura. Só isso tudo. Afff!!!!
Comecei pensando no tema da festa, pois os convites iriam já informar aos convidados o “clima” do evento. Daí pensei numa árvore no período de outono, cujas folhas caem, mas o tronco está forte, maduro. Depois desse período atribulado vem a bonança. Além do que é período de colheita, tempo de receber a recompensa pelo esforço de plantar, adubar e cuidar da planta até o momento de poder desfrutar do sabor do fruto.
O tema deveria ser azul, pois Samara desde novinha já dizia que cada um de nós tem um coração de cor singular. O meu é vermelho, o dela rosa, o de Paulo azul e assim por diante até colorir todos os corações dos componentes da família, acredite. Então, o a capa do convite foi uma árvore azul com as folhas caindo. Elias Laranjeira, um amigo nosso que desenha muuuuuuito fez a arte do verso do convite, que é Paulo tocando de costas (gente, ficou igualzinho mesmo!). Dentro do convite, fiz rimas para lembrar um cordel. Pus umas páginas no final em branco para que cada convidado escrevesse algo significativo para o aniversariante e levasse pra festa para ser posto no mural. Ah, o mérito da arte do convite é de André Artes, daqui de Parnamirim.
 festa aniversario 40 anos
Depois tive que conversar com a decoradora Kalyana acerca dos detalhes da festa. Deveria ter na entrada um pôster dele e o mural para colocar os recadinhos, um móvel antigo para sustentar o vaso de flores e, claro, iluminação.   Dentro do salão pedi para que ela pusesse armário antigo para colocarmos os livros prediletos de Paulo e os convidados se sentissem à vontade para folheá-los, folhas secas pelo chão (simbolizando o outono) e uma árvore azul no meio do salão – tudo lembrando o tema no convite.
festa aniversario 40 anos
Fiz todos os docinhos e cupcakes, pois sairia muito caro encomendá-los e o $$ tava escasso. Por isso, durante três meses testamos vários tipos de cupcakes (meus amigos degustadores agradecem!). Aprendi a fazer alguns tipos de docinhos de copo. Também incrementei outros e deu muito certo. Nossa, são muito bons!!! Também fiz biscoitos para serem servidos com café. Afinal, livros combinam muuuuuuuito com café!
doces festa aniversario 40 anos
O arranjo das mesas tinham uma xícara com arranjo de flores (que os convidados podiam levar de lembrança da festa) e a velinha com espelho para compor a decoração. O bolo ficou muito gostoso. O biscuit descreve algumas das atribuições cotidianas de Paulo. Tive que esconder esse boneco, pois um mês antes já estava pronto e não queria que Paulo visse. Aliás, a festa era para ser surpresa, mas como não tive a capacidade de esconder dele todos os preparativos, acabei entregando o mapa do tesouro. Já o tesouro propriamente dito ele nem desconfiava do que se tratava. Não soube de nenhum detalhe da festa (razão do desespero do meu marido perfeccionista), exceto o fato que ele deveria ensaiar com o grupo da Ópera Rock para apresentar no dia.
festa aniversario 40 anos untitled-design-15
As apresentações foram o motivo da minha dor de barriga (é sério!). Fiquei muito preocupada com isso, pois muitos foram convidados a se apresentar, mas na última hora aconteceram imprevistos (sempre acontecem!). De todo modo, tudo fluiu muito suavemente. Primeiramente li um texto falando da relevância daquele momento e da importância de Paulo para mim e Samara. Depois Rubens Cartaxo deu uma sábia palavra a Paulo, falando do momento histórico e associando ao tema da festa. O quarteto da Fundação Parnamirim de Cultura fez uma grande surpresa entrando na festa já tocando (lindo!). Samara fez um solo na música “Canção da América” com acompanhamento do coro Da Capo e regência de Leciana Oliveira. Acreditem, foi tão lindo e emocionante que, até onde eu vi, todos choraram.
festa aniversario 40 anos
Depois eu e Regiane Lima (maravilhosa!) fizemos um peça sobre o conto “Viva a Deus e ninguém mais”, compilado por Câmara Cascudo.
festa aniversario 40 anos

A Ópera Rock se apresentou. Foi lindo! Não tenho fotos boas nem filmagem, mas abaixo você terá uma “palhinha” da apresentação que eles fizeram em Sabará/MG em novembro do ano passado, no Movimento Arte em Foco.

Paulo na ópera rock

Regiane fez a leitura do poema que Acaci (poeta daqui de Parnamirim) fez para Paulo e seus tios Nestor e Nilvan tocaram e cantaram músicas lindas. Foi tudo maravilhoso! Fiquei feliz com o resultado da festa (e Paulo principalmente!). Agradeço a todos que colaboraram para que esse dia fosse mais que especial. Glória a Deus!

Bom, ficam as dicas! Beijos e até a próxima!
nossa familia
Por:
Passei muito tempo da minha vida querendo entender quem eu era, pois fazia muitas coisas diferentes e aparentemente desconexas. Hoje, sou bancária, bailarina, atriz (nas horas vagas), gosto de pintar, cozinhar, fazer scrap e artes manuais em geral, sou mãe, esposa e cristã. Coisas que se entendem entre si, pois esta sou eu. Espero que esse cantinho virtual seja um espaço agradável, como o aroma refrescante do orvalho da manhã ou o cheirinho peculiar do café novinho no fim de tarde. Seja bem vindo(a)! Entre e sinta-se em casa.