Receita do bolo tradicional: com damasco, pêssego, doce de leite e nozes

bolo tradicional

Oiê!

Descobri que sou mais boba do que pensava. Andava procurando “A” receita de bolo mais deliciosa do mundo, aquele tipo de torta que se transforma em receita tradicional da família,…que todo mundo pede para fazê-la nos eventos especiais… que quando os filhos ou marido voltam de uma longa viagem vêm com a boca cheia de saliva e a certeza de que vão encontrar Aquele bolo?! Pois é, sou boba assim.

Notei com isso a necessidade que temos de “tradição“. Como é legal essa coisa de tradição de família passada geração a geração! Amo isso! E como na minha não foi mantida nenhuma a não ser o fato de que quase todas as mulheres sabem fazer sapatinhos de tricô (ok, nunca tive paciência pra isso! Não me façam encomendas! kkk), ando tentando criar algumas tradições familiares que espero que perdurem de fato. Uma delas é a receita do cookinho – um biscoito com gotas de chocolate e castanhas.

Mas, voltando à história do bolo, outro dia folheando a primeira revista de Ana Maria Braga, achei A receita. Meu coração palpitou, tive de conter minha euforia e (só por causa da receita) comprei a revista. Já saí espalhando aos quatro cantos do mundo que faria o bolo tradicional no Dia das Mães. Sou cômica! Bolo Tradicional que nunca havia sido nem visto?! Só eu mesma! hahaha

Então, tratei de comprar os ingredientes (caaaaaros!) para que pudesse fazê-lo. A receita é do chef  Flávio Federico, mas fiz adaptação na massa, pois a dele realmente não deu certo!

Bolo Tradicional (receita adaptada)

bolo tradicional

Massa
12 ovos inteiros em temperatura ambiente
3 xícaras (chá) de farinha de trigo

1 c.s. fermento em pó
1 xícara (chá) de açúcar
1 c.s. rasa de canela em pó
6 c.s. de manteiga derretida

Preparei a massa com metade dos ingredientes e fiz duas vezes, pois acho que consigo um melhor resultado, mas isso é bem pessoal.
Bata os ovos com o açúcar na batedeira por 10 minutos. Incorpore a farinha e a canela misturadas e peneiradas. acrescente a a manteiga. Espalhe em um aro ou fôrma de bolo de 25×7 cm já untado e polvilhado. Preaqueça o forno por 30 minutos e asse o bolo a 190° C por 30 a 35 minutos.

Recheio 1
2 xícaras (chá) de damascos picados
400 ml de suco de laranja
2 xícara (chá) de pêssegos em calda picados e escorridos
6 c.s. de manteiga
1/2 xícara (chá) de açúcar
Ferva o suco de laranja, coloque sobre os damascos, deixe hidratar por 12 horas e escorra. Derreta a manteiga em uma frigideira, acrescente o damasco, o pêssego e o açúcar e cozinhe até secar.

Recheio 2
1 xícara (chá) + 5 c.s. de açúcar
200 g de nozes picadas
800 g de doce de leite
Faça um caramelo com o açúcar, acrescente as nozes, mexa bem e despeje sobre uma superfície untada ou tapete de silicone (fiz neste e foi super fácil de manusear). Amasse com um rolo untado até ficar bem fino. Deixe esfriar, reserve um pedaço para enfeitar o bolo e coloque o restante dentro de um saco plástico e quebre no tamanho desejado. Misture com o doce de leite.

Cobertura de merengue suíço
5 claras de ovos
1 xícara (chá) + 8 c.s. de açúcar
1 pitada de sal
Misture bem os ingredientes e leve ao fogo ou banho-maria, batendo até que os grãos do açúcar derretam. Você não vai mais ouvir os grãos raspando na panela. Leve à batedeira em velocidade alta por 1 minuto e depois média por 3 a 4 minutos.

Montagem e decoração
Corte o bolo já frio em quatro camadas iguais. Cubra o interior de um aro para montagem de bolos com filme de PVC. Isso vai facilitar a sua vida na hora de desenformar!

Prepare uma calda feita com 200 ml de água fervida e 1/2 xícara (chá) de açúcar. Deixe esfriar e acrescente 100 ml de uísque (eu coloquei 50 ml de rum, que era o que tinha). Coloque um corte do bolo no aro e regue com a calda. Espalhe metade do recheio 2.

Coloque outra camada do bolo por cima, reque com a calda e coloque todo o recheio 1. Repita a operação com mais uma camada do recheio 2 e só então coloque a última parte do bolo. Regue com a calda, cubra com um pedaço de filme de PVC, coloque algo para fazer peso – pode ser uma assadeira – e leve à geladeira por ao menos 6 horas.

Desenforme virando o bolo, pois o interessante é que a parte do fundo fique bem retinha para ser decorada.
Cubra o bolo com o merengue suíço e queime com um maçarico em cima para dar um “ar” dourado em cima (como eu não tenho maçarico, deixei toda branquinha). Decore a gosto.

Eu sei, eu sei… é um bolo demorado e difícil um tantinho de ser feito. Mas o resultado é maravilhoso! O sabor é inusitado e lembra (segundo a minha cunhada) o sabor de um bolo de flores. Como a dificuldade de uma receita não me desestimula, garanto que esse bolo realmente será o bolo tradicional da família Ritzel. Olha só como o bichinho é apetitoso…

bolo tradicional

Beijo!

Por:
Passei muito tempo da minha vida querendo entender quem eu era, pois fazia muitas coisas diferentes e aparentemente desconexas. Hoje, sou bancária, bailarina, atriz (nas horas vagas), gosto de pintar, cozinhar, fazer scrap e artes manuais em geral, sou mãe, esposa e cristã. Coisas que se entendem entre si, pois esta sou eu. Espero que esse cantinho virtual seja um espaço agradável, como o aroma refrescante do orvalho da manhã ou o cheirinho peculiar do café novinho no fim de tarde. Seja bem vindo(a)! Entre e sinta-se em casa.

7 comentários em “Receita do bolo tradicional: com damasco, pêssego, doce de leite e nozes”

    1. Oi, Andreice! Obrigada pela pergunta. De fato, na receita original não tem fermento. Incluí na minha e esqueci de mencionar aqui. Já atualizei no post. Coloquei 1 colher de sopa, já que a massa é tipo pão de ló. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *